Pesquisar este blog

Carregando...

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

       Nos dias 25 e 26 de outubro aconteceu em Ponta Grossa a Mostra Pedagógica, onde são expostos os trabalhos realizados pelos alunos e professores, juntamente com os pais e equipe pedagógica. 

Alguns trabalhos expostos no dia 25/10














E aqui está um pouco do nosso trabalho sobre Astronomia -  Escola Ernesto Guimarães Vilela -  desenvolvido pelas professoras Roseli, Laise, Regina,  Cláudia, Maria Rosângela e Andrea.

Profª Roseli - Diretora Regina - Profª Laise











Apresentação final

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Trabalhando o dia da árvore

Acessado em 18-09-2012

Interpretando o texto

1-) Qual a importância das árvores?









2-) O que você entendeu com a afirmação : “O mundo sem vegetação, jamais poderia abrigar o homem”.












3-) Qual a utilidade da árvore?











4-) Qual o dia da árvore?





5-) Por que devemos amar e respeitar as árvores?






 

Caça – palavras

BELEZA                   FOLHAGENS                  FLORES                          FRUTOS

OXIGÊNIO                          SOMBRA                       MADEIRA                    PÁSSAROS


O
X
I
G
Ê
N
I
O
A
F
L
K
H
F
D
E
S
F
G
R
F
O
L
H
A
G
E
N
S
U
N
G
T
E
R
C
X
A
O
T
M
V
F
L
O
R
E
S
M
O
Z
X
C
V
B
N
M
A
B
S
D
F
G
M
A
D
E
I
R
A
J
B
E
L
E
Z
A
T
A
P
P
Á
S
S
A
R
O
S
M
L
S
O
M
B
R
A
Z
S
D
V

Produção de texto


Acessado em 18-09-2012


Dia da árvore


Texto científico sobre árvore
Neem (Azadirachta indica) é o nome de uma árvore da família Meliaceae, única no seu gênero botânico. O seu nome científico faz referência à sua origem, a Índia.
É uma planta que pertence à família do mogno e do cedro. São árvores de grande porte, podendo atingir até 30m de altura e 2,5m de diâmetro. Nativa de todo o subcontinente indiano e resistente a seca. Além de fornecer madeira, é muito conhecida por suas propriedades medicinais e terapêuticas encontradas nas sementes, folhas e casca. Popularmente é bastante utilizada na agricultura, no combate a lagartas e pragas como nematoides, fungos e bactérias. Na indústria farmacêutica é utilizada na fabricação de produtos de higiene e limpeza.
Também conhecida como nim ou amargosa, é uma árvore "multiuso" ou "pau para toda a obra", já que tem um conjunto não despiciendo de utilidades. As suas folhas, frutos, sementes, casca e madeira têm diversas aplicações, tanto como fonte de materiais usados pela medicina, veterinária, cosmética, como na produção de adubos e no controlo de pragas. Nesse último quesito, tem chamado a atenção por ser excelente no controle biológico de diversas pragas e doenças que atacam plantas e animais no campo.
A pasta resultante da prensagem das sementes de nim vem se mostrando um adubo orgânico promissor, desde que misturado a outras fontes mais solúveis de nitrogênio. Essa ressalva é válida porque, sendo anti microbial, a torta de nim reduz a população de bactérias nitrificadoras (que captam o nitrogênio do ar e o disponibilizam para a planta): apenas cerca de 56% do nitrogênio livre é processado pelos micro organismos do solo, após a colocação da pasta de nim. Por retardar o processo que disponibiliza o nitrogênio no solo, o uso da pasta de nim está sendo recomendado para ser misturada com fontes de nitrogênio altamente solúveis, como os fertilizantes sintéticos utilizados na agricultura convencional, diminuindo as perdas de nitrogênio pelo ar ou pelo escorrimento juntamente com as águas no interior ou na superfície dos solos. Entretanto, o uso desse material na agricultura orgânica, que se vale de adubos orgânicos pouco solúveis não é recomendado, visto que o mesmo retarda o processo de disponibilização de nitrogênio que já ocorre de forma equilibrada e numa velocidade menor que em sistemas convencionais.


Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Neem
Acesso em 18-09-2012



Neem Azadirachta indica
Azadirachta indica
Azadirachta
A. indica
Azadirachta indica
A. Juss.


Atividade sobre o texto
1-) Pesquise no dicionário as palavras que você não conhece.

Trabalho desenvolvido no curso de tecnologias pela cursista Laise Roseira Biscaia Brasileiro

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Jogos no Linux Educacional 3.0

Boa tarde professoras!
Aqui vai algumas sugestões de jogos para trabalhar com os alunos do 1º ano do 1º ciclo. Programa Linux Educacional 3.0  

  • Descobrir o computador: jogo letras cadentes;
  • Descobrir o computador: números com dados;
  • Matemática - numeração: ligue os pontos;
  • Ir para as atividades de leitura: prática de leitura;
  • Ir para as atividades de leitura: a letra desaparecida

Este programa também oferece jogos para alunos do 2º ao 5º ano:
  
  • Descobrir o computador: palavras cadentes;
  • Ir para atividades de experiência: aprender o ciclo da água;
  • Ir para atividades de experiência: eletrecidade;
  • Matemática: ir para as atividades de cálculos - praticar a operação de multiplicação. 


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Trabalho Novela Cheias de Charme

Projeto realizado com os alunos do 1º ano do 2º ciclo ( 30 alunos) - Professora Roseli da Escola Ernesto Guimarães Vilela -                  

                                                              Novela Cheias de Charme
Metodologia:

  No primeiro momento os alunos assistiram aos vídeos: Vida de empreguete, A verdadeira vida de empreguete e Esquiletes.  Utilizaram o programa BROffice para digitar suas opiniões.
  No segundo momento foi repassado para os alunos slides sobre transmidia e utilizando o Tux paint criaram propagandas.
  No terceiro momento os alunos criaram uma tabela para criar o gráfico sobre o personagem preferido das crianças.
 Por último os alunos assistiram a um filme sobre os perigos das postagens da internet e criaram uma página de apresentação de slides.
 O trabalho foi importante para que os alunos conhecessem outras possibilidades da utilização do Linux.


Objetivos: 
  •  discutir como é a realidade das empregadas domésticas nos dias de hoje;
  • opinião dos alunos em relação aos vídeos trabalhados;
  • construção de tabela;
  • organização de cartazes sobre os perigos da internet;
  • utilizar o BrOffice para descrever os vídeos.     

Vídeos trabalhados
 




 






sábado, 21 de janeiro de 2012

Para refletir...

 


Um homem morava numa cidade grande e trabalhava numa fábrica. Todos os dias ele viajava cinqüenta minutos de ônibus para ir ao trabalho. No ponto seguinte ao dele entrava uma senhora, que procurava sempre se sentar na janela. Ela abria a bolsa, tirava um pacotinho e passava a viagem toda jogando alguma coisa para fora do ônibus. 
A cena sempre se repetia e um dia, curioso, o homem perguntou à velhinha o que ela jogava pela janela. 
“Jogo sementes”, ela respondeu.
“Sementes? Sementes do que?”
“De flor. É que eu olho para fora e a estrada é tão vazia... Gostaria de poder viajar vendo flores coloridas por todo o caminho. Imagine como seria bom!” Disse a mulher.
“Mas as sementes caem no asfalto, são esmagadas pelos pneus dos carros, devoradas pelos passarinhos... A senhora acha mesmo que essas flores vão nascer na beira da estrada?”
“Acho, meu filho. Mesmo se muitas se perderem, algumas acabam caindo na terra e, com o tempo, vão brotar”.
“Mesmo assim... Demoram para crescer, precisam de água...”
“Ah, eu faço minha parte. Sempre há dias de chuva. E se eu não jogar as sementes, aí mesmo é que as flores nunca vão nascer”.
Dizendo isso, a velhinha virou-se para a janela aberta e começou seu “trabalho”.
O homem desceu logo adiante, achando que a senhora já estava meio caduca.
O tempo passou.
Um dia, no mesmo ônibus, sentado à janela, o homem levou um susto ao olhar para fora e ver flores na beira da estrada... Muitas flores. A paisagem estava colorida, perfumada, linda! O homem lembrou-se da velhinha, procurou-a no ônibus e acabou perguntando para o cobrador, que conhecia todo mundo.
“A velhinha das sementes? Pois é... Morreu no mês passado”.
O homem voltou para o seu lugar e continuou olhando a paisagem florida pela janela. “Quem diria, as flores brotaram mesmo”, pensou, “mas o que adiantou o trabalho da velhinha? A coitada morreu e não pôde ver esta beleza toda”.
Neste instante, o homem escutou uma risada de criança. No banco da frente, uma garotinha apontava para a janela entusiasmada: “Olha que lindo! Quanta flor pela estrada... Como se chamam aquelas flores?”


Então o homem entendeu o que a velhinha tinha feito. Mesmo não estando ali para contemplar as flores que havia plantado, a velhinha devia estar feliz. Afinal, ela tinha dado um presente maravilhoso para as pessoas. No dia seguinte, o homem entrou no ônibus, sentou-se numa janela e tirou um pacotinho de sementes do bolso.
Joguem também suas sementes... Pouco importa se verão as flores!